Por Jean Felipe à Epic Play —

A Catedral de Notre Dame, considerada parte da história francesa e um exemplo de arquitetura gótica, tem mais de 800 anos. Infelizmente, a mesma foi assolada por um incêndio no dia 15/04 e os estragos foram incalculáveis em premissa. Mesmo assim, a restauração já teve seu planejamento encaminhado com doações de empresas e empresários da alta sociedade francesa.

Com as obras em andamento, o desafio maior ficou para os arquitetos e construtores que devem estudar fotos e vídeos de alta definição para recriar a catedral o mais próximo possível do que era antes.

Dentre as referências, algo inusitado surgiu: Uma das peças base deste projeto de restauração foi justamente Assassin’s Creed: Unity, jogo da famosa franquia da Ubisoft.

É uma réplica muito realista

Assassin’s Creed: Unity ocorre durante o período da Revolução Francesa na década de 1780. O jogo possui recriações realistas e muito detalhadas de diversos edifícios parisienses, sendo um dos mais caprichados, justamente a Catedral de Notre Dame.

Caroline Miousse, artista de Unity, falou ao The Verge há alguns anos sobre a criação da catedral no jogo:

“Eu fiz outras coisas no jogo. […] mas 80% do meu tempo foi focado em Notre Dame.”

O website afirma que:

“A artista Miousse gastou anos trabalhando nos detalhes da construção. Ela se debruçou sobre fotos para acertar na arquitetura, e trabalhou com artistas de textura para se certificar de que cada tijolo fosse como deveria ser.”

Ela até tinha historiadores para ajudá-la a descobrir quais eram as pinturas exatas que poderiam estar nas paredes, na época. Porém, um diferencial entre a época em que se passa o game e a atualidade, é que Notre Dame não tinha seus icônicos pináculos. Então, se aproximando mais do atual para não confundir os jogadores, Miousse adicionou-os em sua criação, mesmo se tecnicamente eles não devessem estar lá.

Os cuidados e esforços de Miousse agora fazem, de fato, parte da história. E é incrível ver como os jogos estão evoluindo em caminho ao realismo com isso.

Jogo na franquia ensina história com precisão

Em Assassin’s Creed Origins, segundo jogo posterior ao Unity citado, existe o modo “Dicovery Tour” (Turismo da Descoberta em português) onde o jogador pode aprender, minuciosamente, fatos históricos reais sobre o Egito Antigo, visitando localidades que são baseadas nas reais na época.

No Brasil, este modo foi legendado e dublado em português e é uma verdadeira aula de história para quem quer conhecer um pouco de tudo o que rolava na época do jogo, sendo uma dica nossa da Epic Play.

Written by
Jean Felipe é diretor-geral e fundador da Epic Play. Você pode acompanhar mais sobre o seu trabalho no YouTube ou pode realizar doações para o desenvolvimento de projetos.

Esqueci a Senha

Entre com seu nome de usuário ou e-mail. Você receberá pelo seu e-mail registrado um link que lhe criará uma nova senha.