Por Filipe Andrade à Epic Play —

O anúncio de Phantasy Star Online 2 para o ocidente pegou todo mundo de surpresa. Após tanto tempo, muitos não acreditavam mais que o jogo seria lançado deste lado do mundo, mas durante a E3 2019, na conferência da Microsoft, foi anunciado que o jogo finalmente seria lançado em inglês em 2020 para Xbox One e Windows 10.

A parte da notícia que não agradou a todo mundo é que, aparentemente, o jogo chegaria aos consoles apenas no Xbox One, enquanto no Japão ele também tem versões para PlayStation 4, PS Vita e Switch. Como o anúncio foi feito na conferência da Microsoft na E3 e, de acordo com o trailer, o jogo usaria o serviço de nuvem Azure, da Microsoft, as pessoas concluíram que provavelmente a Microsoft estava bancando os servidores e a localização do jogo, e por isso a exclusividade no Xbox One.

Porém, de acordo com Phil Spencer, o “chefão da marca Xbox”, o jogo chegará também para as outras plataformas.

Aos 37:36 do vídeo, o entrevistador começa a falar com Spencer sobre Phantasy Star Online 2, onde ele também comemora a chegada do jogo ao ocidente. Spencer afirma que a SEGA é a responsável pelo gerenciamento do jogo e comenta também sobre muitas inovações que o primeiro PSO trouxe para os jogos e que ele acredita que é uma franquia importante para o mercado. Ele também diz que visitou o Japão e conversou com a equipe de PSO2 sobre o que poderiam fazer para ajudar a trazer o jogo. Depois, ele comenta que não sabe se será possível trazer seu personagem da versão japonesa para a americana, pois é uma decisão da SEGA.

Mas a parte mais interessante vem aos 40:36, onde Spencer diz, em tradução livre:

Foi muito legal tê-los [a SEGA] no nosso palco e poder trabalhar com eles. Sim, o jogo vai acabar aparecendo em todas as plataformas. Esse não é o ponto. Pra mim, o ponto foi poder ter a SEGA de volta ao nosso palco, [o que] já fazia um tempo, e com uma franquia que eu acho que pode ser relevante. Eu acho que pode ser uma franquia que as pessoas podem conhecer e pensar: ‘Uau, eu não sabia que existia algo assim’.

Segundo as palavras de Spencer, parece que a Microsoft ajudou a trazer o jogo (não ficou claro se ele se refere a trazer o jogo para o ocidente, para o Xbox, ou ambos), mas a exclusividade para Xbox One é apenas temporária e o jogo chegará também a “todas as plataformas”. Resta saber quais. O PlayStation 4 é praticamente certo, mas particularmente, não acredito que a versão de PS Vita chegará ao ocidente, visto que a produção do portátil já foi encerrada. Já a versão do Switch, no Japão, roda totalmente por nuvem (streaming), sem ter recebido um port diretamente, o que também poderia complicar um pouco para o console. Outros jogos que receberam versão para Switch no mesmo modelo, como Resident Evil 7, não chegaram ao ocidente (talvez por não termos uma internet tão boa como as pessoas têm no Japão).

Além disso, ainda não sabemos se a versão ocidental do jogo será jogada através de um download do mesmo ou se ele rodará por nuvem através da Azure. O trailer do jogo divulgado anteriormente também menciona que ele teria crossplay, o que deve significar que jogadores de qualquer plataforma poderão jogar juntos, como na versão japonesa. Mas essas e outras perguntas, só o tempo responderá.

Esqueci a Senha

Entre com seu nome de usuário ou e-mail. Você receberá pelo seu e-mail registrado um link que lhe criará uma nova senha.